banner colecoes sem titulo

Coleções

Aclamada como uma das mais significativas coleções de arte do país, o acervo do MNBA teve início com um núcleo trazido da Europa, em 1816, por Joachim Lebreton, visando à constituição de uma Academia Real de Artes. Mais a frente, nos anos 1830 incorpora a denominada Coleção Real, vinda de Portugal com o Príncipe Regente D. João, em 1808. Com o desenvolvimento da atividade artística ao longo destes dois séculos, incluindo exposições e de salões, este acervo vai sendo gradativamente ampliado com a inclusão das obras premiadas nestes sucessivos certames. Doações de grande relevância, desde então, também têm sido importante meio de qualificação do nosso acervo.

Neste percurso de formação, destacamos a peça mais antiga da coleção, um busto em mármore de Antínoo, datado do período de 130 a 138 d. C., expoente da estatuária retratística clássica da Roma imperial, presenteado à Academia Imperial pela imperatriz Tereza Cristina. Citamos, ainda, a pintura do Mestre de Calci, do século XIII italiano, representando um braço de Cristo crucificado. Dignas de nota são as 22 telas do importante pré-impressionista Eugène Louis Boudin, o maior conjunto do artista fora da França, doadas pelos barões de São Joaquim.

Herdeiro da Academia Imperial e da Escola Nacional de Belas Artes, o acervo artístico do Museu Nacional de Belas Artes, em constante crescimento, conta hoje com mais de 20.000 obras. Especializada na produção estética brasileira, do século XIX à atualidade, a arte europeia também possui presença destacada, enquanto que um pequeno e expressivo conjunto introduz a estética africano-negra. Assim, através de esculturas, pinturas monumentais, gravuras, artes aplicadas, desenhos, fotografias, novos meios expressivos contemporâneos, o acervo reunido no MNBA apresenta a pluralidade e extensão do universo criativo plástico, sobretudo do brasileiro.

A coleção do MNBA foi subdividida em curadorias, cada uma delas obedecendo o critério de técnica artística, são elas: Pintura Brasileira, Pintura Estrangeira, Desenho Brasileiro e Estrangeiro, Escultura e Arte Africana, Gravura Brasileira e Estrangeira, Coleções Especiais (Arte decorativa, Arte Popular, Mobiliário, Medalhística, Numismática, Arte Indígena), Fotografia e Novas Linguagens.